Número total de visualizações de página

30 janeiro, 2006

A Vergonha da Humanidade


Pelas Baleias da Antártida...

Este blog estará 7 dias sem post novos!!

Repassando o post de iniciativa dos blogs:

http://mundoanimal2.blogspot.com/

http://guerreirosdoarcoiris.blogspot.com/

http://guerreirosdoarcoiris.blogs.sapo.pt/

http://therainbowwarrior.blogspot.com/

http://www.blogueiros.com/

http://muitofofo.blogspot.com/

http://desambientado.blogspot.com/

http://ambientehoje.blogspot.com/

http://meuamigobicho.zip.net/

http://faveiroformacao.blogspot.com/

http://nimbypolis.blogspot.com/

http://eduambiental.blogspot.com/

http://amaroinfinito.blogspot.com/

http://bordadodemurmurios.blogspot.com/

http://diariobitta.blogspot.com/

http://ambientenosbiscoitos.blogspot.com/


Copie esse post e cole-o no seu blog como iniciativa em defesa das baleias quanto mais gente entrar nesta campanha, mais pessoas ficarão cientes do que está acontecendo. E quem sabe alguma coisa será feita? Uma corrente de união dos blogueiros na internet. Coloque o endereço do seu blog no post. (seu blog aqui). Se você aderir à campanha nos avise para visitarmos seu blog.

Internacional - Os japoneses estão colocando vidas humanas em risco para caçar baleias, na região da Antártida. No último sábado, dia 14, um arpão foi disparado em direcção às baleias e passou a aproximadamente um metro de distância dos ativistas do Greenpeace que estavam em um bote, tentando impedir a caça. leia mais aqui.

É a sua vez de salvar as baleias!

Internacional - Os botes infláveis já foram puxados para a terra. A tripulação está exausta, o barco precisa de combustível e é hora de levar a campanha para salvar das baleias dos oceanos para a rua principal.

Vejam a reportagem e o vídeo! Aconselho não verem quem não gosta de ver cenas fortes, a baleia leva mais de trinta minutos para morrer numa agonia constante!! Veja vídeo fundo página aqui

Comentários

Cada um ajuda como pode, não adianta você ficar aí sentada(o) sentindo pena das baleias e não fazer nada para ajudar, se você é blogueiro divulgue a notícia se todos os blogueiros divulgarem será uma campanha grandíssima e isso fará as autoridades tomarem providências.

Copie o post no seu blog. copie da caixinha a baixo do seu post e coloque o título acima: "A vergonha da humanidade".

21 janeiro, 2006

O Grupo Central: cinco ilhas de encantar

ILHA TERCEIRA







A minha ilha
O meu canto
O meu refúgio
...................................................................................................................
NASA satellite image of Terceira Island, Azores
A Terceira, também conhecida por ilha de Jesus Cristo, foi a 3ª ilha do arquipélago dos Açores a ser descoberta, sendo a 3ª maior ilha deste maravilhoso conjunto de 9, possuindo uma área de 396,75 Km2. Devido à sua localização geográfica desempenhou um papel de extrema importância nas viagens dos portugueses para a Índia, por altura das descobertas, séc. XVI, para o reabastecimento e reparação das naus.
À semelhança das restantes ilhas é de origem vulcânica, assistiu a várias erupções que foram modelando o terreno com colinas e crateras. A Ilha assenta sob três grandes maciços estruturais, constituídos pelos estracto-vulcões dos Cinco Picos a leste, pelo maciço Guilherme Moniz - Pico Alto no centro e Santa Bárbara a oeste.
Os Ilhéus das Cabras
Os Ilhéus das Cabras são compostos por falésias argilosas e calhau rolado. São dois ilhéus rochosos, atingindo a altitude de 147m, com uma baia, caldeira, grutas e fendas e foram classificados como Zona de Protecção Especial ao abrigo da Directiva Aves.
Costa das Quatro Ribeiras

A Costa das Quatro Ribeiras é um Sítio de Importância Comunitária, devido à sua complexidade geomorfológica, vales de ribeiras, linhas de água permanente, matos costeiros, grutas submersas e semi-submersas, enseadas, baías pouco profundas... tudo permanece ainda com pouca intervenção humana.

Ponta das Contendas

A Ponta das Contendas é uma zona costeira baixa, onde o cagarro, o garajau-rosado e o garajau-comum nidificam.

O cagarro

O Garajau-rosado

O Garajau-comum

Estas aves encontram-se protegidas por leis internacionais e nacionais. Para além disso, são muito sensíveis à presença humana. Quando perturbadas podem abandonar os ninhos e deixar de alimentar as suas crias.
O Algar do Carvão

O Algar do Carvão está localizado na zona central desta ilha e constitui um Monumento Natural Regional, ao abrigo do Decreto Legislativo Regional nº 9/2004/A. Corresponde a um cone vulcânico com uma cratera de 15 X 20 m termina 90 m abaixo numa lagoa de águas límpidas. A água ao infiltrar-se pelas rochas e escórias dissolve-se e "é enriquecida em minerais férricos e de sílica. Ao libertar-se, precipitando-se na lagoa, deposita, nas abóbadas, nas paredes interiores e nos pavimentos os minerais sob a forma de estalactites e estalagmites.

Continuação...

Comentário da Cidália à Ponta das Contendas:

"...por este caminho podemos observar vários "cartazes" sobre aquela zona relativamente a vegetação e seus "habitantes" no entanto, encontro estes caminhos um pouco "desprezados". Será que não há nenhum serviço ambiental que passe por lá de vez enquando?"

-Alguém para responder?

Fotos extraídas:

www.azorestourism.com

travels.ip6.fccn.pt/ acores2003/077.JPG

http://pt.wikipedia.org/wiki/Imagem:Terceira_sat.jpg

http://www.horta.uac.pt/imagdop/Servicos/Sterna_dougallii/B.jpg

05 janeiro, 2006

Os olhos admiram e o coração envolve

Os Açores são nove ilhas maravilhosas, de origem vulcânica, banhadas pelo Oceano Atlântico, com paisagens naturais de inegável beleza que deliciam os seus habitantes e quem os visita. Compõem-se de três grupos: O Ocidental (Corvo e Flores), O Central (Graciosa, Terceira, S. Jorge, Pico e Faial) e o Oriental (S. Miguel e Santa Maria).

Vamos espreitar...

Grupo Ocidental

O Corvo

A Ilha do Corvo é a mais pequena dos Açores (17 Km2). É composta por um cone vulcânico cujo o seu abatimento originou uma cratera (o Caldeirão) e por enormes falésias na costa ocidental da ilha, atingindo aproximadamente 700 m de altitude, sendo as mais elevadas dos Açores.

As falésias e o Caldeirão constituem Zonas de Protecção Especial dos Açores ao abrigo do Decreto Regulamentar Regional nº 14/2004.

As Flores

A ilha das Flores, a mais formosa do arquipélago, possui uma superfície de 143,11 Km2 e o ponto mais alto é de 914m, correspondendo ao Morro Alto classificado como Sítio de interesse Comunitário pelo Decreto Legislativo Regional nº 18/2002/A. Neste Morro, na encosta Oeste da ilha, incrusta-se a Rocha dos Bordões com 460m de altitude, resultado de um curioso fenómeno geológico originado pela solidificação do basalto em altas estrias verticais.

As caldeiras, desta ilha, constituem um património natural ímpar quer pela sua quantidade, quer pela sua beleza. As oito caldeiras existentes estão associadas a lagoas, constituindo importantes reservatórios de água.

Eis algumas...

Caldeira Comprida

Caldeira Funda
Caldeira Negra

Resta-nos admirar e no coração guardar o muito que há a preservar, para nada se esfumar no ar e ficarmos a lamentar.
Fotografias extraídas de: