Número total de visualizações de página

18 agosto, 2006

As Ilhas Desertas

Um Pequeno Paraíso
As Ilhas Desertas são constituídas por três ilhéus (Ilhéu Chão, Deserta Grande e Bugio) situados a SE da Madeira, possuindo uma área de 9.672, dividida em Reserva Parcial - a Norte, e Reserva Integral - a Sul.

É uma Reserva Natural desde 1995, através do Decreto Legislativo Regional n.º 9/95/M. Inicialmente, a protecção destas ilhas esteve relacionada pela urgência de tomada de medidas para a conservação do Lobo Marinho. Actualmente o seu objectivo prende-se com a protecção e preservação de todo um conjunto de fauna e flora únicos e que englobam várias espécies raras e endémicas.


As Ilhas Desertas são de origem vulcânica, com cinzas de cor avermelhada e amarelada, que em geral formam camadas mais ou menos definidas e são, por vezes, atravessadas, no sentido vertical, por filões de basaltos, tendo uma extensa faixa litoral (cerca de 37700m) formada por escarpas muito inclinadas e quase a pique, de difícil acesso. As Ilhas Desertas constituem um reduto, por excelência, do Lobo-marinho, espécie emblemática da Reserva, que se encontra em recuperação populacional. Também é um local importante de nidificação de aves marinhas.

a Cagarra, Calonectris diomedea borealis

o Roque de Castro, Oceanodroma castro

a Alma-Negra, Bulweria bulwerii

a rara Freira do Bugio, Peterodroma feae,com uma distribuição mundial que se restringe à Ilha do Bugio e Cabo Verde

A abordagem das ilhas desertas foi sugerida por Soslayo do blog In Mente, ao qual agradeço, pelo conhecimento que me proporcionou na realização deste post.

01 agosto, 2006

Quadro

Projectar a beleza é fazer Educação Ambiental
Esta foto é um registo único da montanha ao entardecer, a partir da Vila Baleeira das Lajes do Pico, quando os cagarros começam as suas incursões e enchem o ar com os seus piares.