Número total de visualizações de página

04 fevereiro, 2006

Açores... Cenários Edílicos

(Grupo Central Cont.)

A Ilha Branca "Graciosa"



Também conhecida por ilha Branca, devido às pedras brancas, barro branco e serra igualmente branca, possui 61,66 Km2 de superfície. De clima temperado, é a ilha menos húmida do Arquipélago.
O verde das árvores que cobrem os montes, as vinhas, a tranquila convivência com o mar, com recantos de rara beleza... fazem sonhar quem a visita.
A Caldeira da Graciosa é um exlibris da natureza, classificada como Monumento Natural Regional, possui uma importante caverna lávica com 194m de comprimento e na zona central 40 m de altura.
Essa caverna lávica compõe-se de uma Furna de Enxofre. Um fenómeno único no panorama vulcanológico mundial.

É A sua origem está associada a uma fase efusiva intracaldeira, que envolveu a formação de uma lago de lava, formando um túnel de cerca de 100 metros de profundidade.

A descida ao interior da furna efectua-se por uma escadaria de pedra construida no princípio do Séc. XX, onde se pode observar uma enorme gruta, com abóbada de 80 m de altura, revestido de estalactites, e um lago subterrâneo, de água fria com cerca e 130 m de diâmetro e 15 m de profundidade máxima. Existe também uma fumarola de lama que liberta gases difusos de dióxido de carbono, podendo afectar a saúde dos visitantes. Por esse facto, as visitas são monitorizadas.
Um outro aspecto de importância extraordinária da Graciosa é o ilhéu da Praía, classificado como Zona de Protecção Especial , a partir da Directiva Aves, no âmbito da Rede Natura 2000.
Ilhéu da Praia

"Pequeno ilhéu constituído por formações piroclásticas e escoadas lávicas subaéreas. Os fundos circundantes, constituídos por escoadas lávicas apresentam-se parcialmente recobertos por blocos e pequenas manchas arenosas nas zonas deprimidas." (Universidade dos Açores).

Incrustado no oceano, o ilhéu possui de altitude 51 m e 1521 de linha de costa. Constitui uma formação basáltica com 11 hectares de área, albergando uma elevada diversidade de aves marinhas dos Açores, que aqui nidificam.É também ponto de escala para aves migratórias que cá vêm para se alimentarem e repousarem. Por exemplo: o Garajau-rosado, o Garajau-comum, o Cagarro... ainda outras, tais como:

A Alma-negra

O Borelho-de-coleira-interrompida

A rola do mar

O Pilrito-das-praias

... o angelito, o frulho, o maçarico-galego e o maçarico- de -direito. Aves de rara beleza e delicadeza que têm vindo a sofrer uma redução nas suas colónias, devido à existência de um pequeno porto no ilhéu, que facilita o acesso para actividades de lazer e pesca.
Um outro ilhéu de importância patrimonial é o...
Ilhéu de Baixo, Restinga

Possui uma área de 243 ha e tem uma altitude máxima de 178 m. Compõe-se de restos de vulcões com pequenas enseadas e baías, recifes e pequenos rochedos emersos, vegetação anual das zonas de acumulação de detritos da maré, grutas marinhas submersas ou semisubmersas.
A flora dominante é a corallina officinalis e Pterocladia violacea(?), tendo sido encontradas perto de 71 espécies.
Corallina officinalis

Pela sua riqueza , este local, foi classificado como Sítio de Interesse Comunitário, através da Directiva Habitats a 28 de Dezembro de 2001.
Os ilhéus de Baixo também são conhecidos por ilhéus do Carapacho, por se situarem no prolongamento da...
Ponta do Carapacho

Ao longo da linha costeira existe também uma nascente de água termal, que é procurada por muitas pessoas para banhos.

Uma ilha rica em simplicidade e harmonia. Um canto que no mar irradia encanto.
(A alteração que efectuei à parte final do post foi sugestão do desambientado ,ao qual agradeço)
fotos de:
Dia Internacional de protesto contra a cruel industria de extração de pele de animais da China.

Este blog apoia a iniciativa do blog Guerreiros do Arco Íris e do blog Mundo Animal.

25 comentários:

Desambientado disse...

Consegui de novo ser o primeiro, apesar de ter estado ontem praticamente todo o dia sem acesso ao blogspot. Não sei o que se passou.

Só agora começo a dar conta da tua estratégia Fátima. Juntas elementos naturais (fisiográficos) com flora e fauna. Uma forma de apresentar as ilhas pouco comum.

E o Carapacho não merece destaque aqui!!!
Claro que sei que não se pode destacar tudo.

Um beijinho.

Cidalia disse...

Fátima....se eu nãoi soubesse que eras terceirense diria mesmo que eras da Graciosa.
De todos os posts que tens colocado sobre as nossas ilhas, na minha opinião este foi o melhor em termos de informação.
Se calhar por eu saber pouco da Graciosa....
Jinhos e bom fim de semana.

Fátima disse...

Estamos juntos na luta pelas BELEIAS e quero agradecer e dizer que vamos continuar.

Recebi um pedido pra divulgar o protesto internacional contra o comércio de peles feito pela China. Acho que todos conhecem as barbaridades que são praticadas lá ...mas sei que vão ficar horrorizados.

Já postei uma CHAMADA para essa notícia em parceria com o http://guerreirosdoarcoiris.blogspot.com , outro blog da guerreira Mar, (o AME A NATUREZA VAI CONTINUAR COM COM O S. O. S. BALEIAS) , e estarei postando a continuação até amanhã. Peço o apoio de vocês. Pode ser esse post, ou outro feito com suas palavras ou apenas o cartaz de divulgação. Qualquer coisa serve.....mas por favor ajudem !!!!!. O MUNDO INTEIRO VAI PROTESTAR !
Bjs

Maresia disse...

É uma das poucas ilhas que eu ainda não conheço, mas que pretendo visitar o mais próximo possível... Com este post despertaste-me ainda mais vontade!!!
Parabéns pelo blog!

Fátima Silva disse...

Desambientado.
Honra-me tê-lo como visitante nº1. É um misto de alegria e responsabilidade. Tenho aprendido muito com todo este processo, graças aos comentários que tenho recebido.
Bem hajam todos!
Com efeito esta passerele das ilhas tem como objectivo dar a conhecer as nossas riquezas naturais, pelo menos as mais emblemáticas. A minha estratégia é a que referiu, mas não a consegui como gostaria nos posts anteriores. Vou tentar aperfeiçoar-me.
Agradeço-lhe a sugestão e já me redimi... pois quem fala da Graciosa e não fala do Carapacho...
Muito obrigada pela sua presença amiga.

Fátima Silva disse...

Cidália.
Os teus comentários têm-me ajudado bastante nesta minha viagem pelos Açores. Tens toda a razão. Este post é o que melhor transmite a minha ideia de apresentar as ilhas, embora precise ainda de alguns ajustes.
Tenho tido algumas dificuldades técnicas, nomeadamente com as imagens, mas o amigo José Aurélio dos Biscoitos deu-me uma ajuda preciosa e resolveu-me o problema.
As sugestões, críticas, reflexões que aqui se posta são para mim motivo de enriquecimento.
Muito obrigada e volta sempre.
Beijinhos

Fátima Silva disse...

Fátima.
Essa persistência que possuis em lutar pelo que é importante, a vida, dá-nos a todos uma grande lição.
Estou receptiva às campanhas.
Muita força!

Fátima Silva disse...

Maresia.
Sejas muito bem-vinda ao meu espaço.
Conheço a ilha da Graciosa só de passagem, É pequena,mas possui riquezas de inegável beleza. Aproveita e visita-a, de certo vai ser uma experiência inesquecível.
Muito obrigada oela visita e volta sempre.

Desambientado disse...

Fátima.
Também aprendi contigo. Não sabia que os ilhéus de Baixo eram os do Carapacho.

Nanda disse...

Fátima,
Cada vez que vejo o que escreves e as imagens das tuas ilhas mais vontade dá de conhecer in loco.
Uma boa semana.

Fátima Silva disse...

Desambientado.
Estes posts têm-me ensinado coisas muito interessantes sobre estas ilhas. Obrigada pela visita.

Fátima Silva disse...

Nanda.
Obrigada pela tua visita sempre tão animadora.
Os Açores possuem infindáveis belezas: paisagens diversificadas, brilhos diversos entre o mar, a terra e o céu, gente simples e hospitaleira... vale a pena conhecê-los.
Muito obrigada pela tua visita. Volta sempre|

Bitta disse...

Que divulgação espectacular das nossas ilhas... sopras a beleza desta terra de uma forma tão bonita!!!

Parabéns e continua...

Fátima Silva disse...

Bitta.
Muito obrigada pelo teu sempre espirituoso comentário. As palavras saem-te leves e sentidas.
Gosto destas ilhas e sinto que precisam de mais voz para que continuem lindas.
Boa semana e sê sempre bem-vinda!

Paulo J. Ribeiro disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Paulo J. Ribeiro disse...

Assim se deve fazer a promoção destas ilhas. Mostrar o que elas são e não entrar em devaneios provincianos inventando sol, praia, golfe e hotéis de luxo... Os Açores não são isto. Os Açores são verde, mar, ar puro e verdade...

Ruth Iara disse...

Querida Fátima!

Distraída que estava não fiz a distinção entre você e a Fátima do Mundo Animal 2 ao responder aos coments no blog e respondi à Fátima. Fátima pode ser você ou a outra Fátima. Não direi qual pensei que fosse. He...he...Desculpa! Eu sou assim mesmo.
Estes locais em Portugal são paradisíacos. Eu não tinha a menor noção sobre esses. Se fosse escolher um local do mundo para ir hoje, se as circunstâncias ajudássem escolheria ver estas ilhas. E tendo um mar limpinho para mim já é formidável. É maravilhoso termos no mundo locais com Ecossistemas preseravados.

Beijos! Tudo de bom e teu blog é tudo de bom.

Anónimo disse...

Parabens pelas excelentes postas aqui colocadas. Assim se alarga os conhecimentos de muita gente e se abre o apetite para, quem sabe, conhecer este paraíso. Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

Fátima Silva disse...

Paulo.
O teu comentário é deveras pertinente. Há uma natural tendência para as pessoas focarem a atenção num lugar com base naquilo que ele tem de artificialmente belo. É o que te referes (hotéis, blá...), acabando por efectuar viagens sempre muito iguais, carregando na memória os confortos e pouco a essência e/ou o conhecimento do próprio lugar.
Gostei imenso da tua presença neste blog em construção e muito obrigada por partilhares connosco as tuas ideias.
Volta sempre!

Fátima Silva disse...

Ruth.
Não és só tu que me confundes. Há gente à minha beira que também o faz... Já me começo a habituar e às vezes rio-me com as respostas, pois identifico quais as que eram para mim e tomaram outros destinos.
A tua presença dá um pouco mais de cor aos nosssos blogs. São comentários sempre muito simpáticos com aquela reflexão que precisamos para continuar.
O meu blog não estando como ambiciono tem evoluído, graças a quem me visita. Fico contente por isso.
Quanto às ilhas são umas pequenas nove maravilhas plantadas no oceano, de braços estendidos para Ocidente e Oriente em perfeita harmonia. Que continuemos assim.
Beijinhos e muito obrigada por teres cá vindo.

Fátima Silva disse...

Octávio.
Muito exagerado o comentário, mas aceito-o com simpatia. Não consegui apresentar bem como queria todas estas excelências da natureza. Foi um pequeno flash, de um conjunto mais alargado de riquezas naturais e culturais. Os Açores são verdadeiras caixinhas de surpresas para quem as quiser desvendar.
Agradeço a tua presença que muito me honra. Volta sempre!

Fátima disse...

Oi Fátima, vim agradecer sua visita e o apoio que esta dando as campanha em defesa dos animais.
Fiquei feliz em ver a imagem gif na sua página..eu ainda estou aprendendo a usar o programa e não tenho muuito talento...acho qu valeu a intenção..rss
Bjs

Fátima Silva disse...

Olá Fátima.
Este fim-de-semana vai sair um post em:
http://ambientenos biscoitos.blogspot.com, da autoria de alunos do ensino básico que é um contributo para a campanha em defesa dos animais.
Obrigada pela visita.

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read Cartoon story sex babes riding sausage Free adult barnyard stories Big circumcised dicks Nn model pre email marketing Free porn videos of kim possible Fitness institute home study

Anónimo disse...

This is very interesting site... Online classes in esl Selling your old cell phone Averatec + battery Sideeffects of adderall Minivan ladder racks Trim lite slimming pills 17 flat screen lcd monitor Kitchen floor mats and fatigue Viagra pill splitter car rental Digital vs traditional printing Army retirement plan top health care jobs