Número total de visualizações de página

12 abril, 2006

Sêlo Pela Amazónia

Amigos têm sido escritas bastantes coisas sobre os problemas que afectam a região da Amazónia. Todos nós temos consciência da importância da preservação deste paraíso, não só porque constitui um factor importante no equilíbrio climático global, mas também porque representa um dos 25 hotspots de biodiversidade do planeta. Para além disso é terra-mãe de inúmeras etnias indígenas, muitas ainda imersas na densa vegetação que as protege. São tribos que retiram da Terra o seu sustento e a veneram e respeitam porque ela é a sua guardiã e dela dependem. É uma relação orgânica que equilibrada não subtrai à Terra o seu valor. Temos muito a reaprender com elas... o nosso percurso sofreu grandes modificações, em que ultrapassámos as expectativas da nossa evolução e vivemos asfixiados e amendrontados com o nosso poder... um poder que sabemos destrutivo. E a nossa preocupação é tanto mais legítima, quando percebemos que fazemos parte do grande ciclo da vida. Um ciclo que tem vindo forçosamente a ser ignorado e teimosamente rebatido em prol de um desenvolvimento que tem tudo menos de sustentável.

Nesta qualidade, de grãozinho no meio do oceano, proponho-me a desafiar-vos para uma pequena alfinetada na consciência alheia, criando um sêlo (grito) pela nossa floresta, a Amazónia, símbolo de todas as florestas.
Cada qual pode contribuir com um slogan e uma imagem sugestiva, que serão, posteriormente, postados neste blog para serem sorteados entre nós. O slogan pode ser deixado neste post e a imagem enviada pelo email. A imagem e o slogan (mensagem) vencedores serão depois trabalhados pela Fátima do Mundo Animal2, que se ofereceu para produzir o sêlo. No final teremos o nosso sêlo que cada um levará para a sua casa (blog) e poderá oferecer aos amigos, familiares, colegas...
Aproveito para desejar FELIZ PÁSCOA a todos vós
www.wilderness-explorers.com/ images/c13.jpg

82 comentários:

Angela Ursa disse...

Olá, Fátima! Li seu comentário no blog The Rainbow Warrior e vim visitar sua página. Parabéns pela iniciativa de criar um selo em defesa da floresta Amazônica. Sou brasileira e fiquei muito feliz de ver os amigos portugueses preocupados com a Amazônia.
Meu blog é voltado para a defesa da natureza e a cultura indígena. Se quiser, faça uma visita.
Abraços!

Desambientado disse...

Já cá volto com tempo.

ecoreportereco disse...

Oi Fátima!
Estou passando por aqui para pedir um help. Na verdade não pra mim, mas para toda a sociedade, em nome do sofrimento dos animais.
Neste momento, focas estão morrendo a pauladas no Canadá por pura diversão. Na Austrália, uma maneira divertida aos australianos de comemorar a páscoa é matando coelhos. Se vc quiser saber mais sobre as matanças, tem infos a respeito no meu site.
Esse tipo de absurdo infelizmente não tem a devida divulgação na grande imprensa. E nós, pequenos bloggers e mídia especializada, podemos agir e atingir um número maior de pessoas. Objetivo: informação e conscientização.
Vamos passar a bola pra frente, conversar com as pessoas, acreditar na corrente do bem e transmitir mensagens de respeito aos animais. Vamos ensinar isso às crianças, aos jovens, donos das futuras gerações. A nossa não aprendeu isso ainda, mas se há futuro ainda há esperança. E dias melhores dependem de nossas ações.
Save the planet!
Karina Miotto

Fátima Silva disse...

Amigos.
Peço desculpa, mas por questões de saúde familiar hoje e talvez amanhã não darei qualquer resposta aos comentários. Mas, assim que poder responderei a todos com todo o carinho.
Desculpem-me e um beijinho.

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Bem...

Cá estou eu e sem muito o que dizer... Mas certamente que há muito o que ser dito...

Agora, nesse momento, não sei o que falar da Amazônia, pois estou um tanto amortizada após ter lido os comentários desse teu novo post e sinceramente, não sei se de fato haverá alguma manifestação diferente no comportamento humano, que não seja esse que já conhecemos e que desaprovamos, mas prometo que pensarei em algo para te repassar.

Parabéns por tua iniciativa e boa vontade Fátima querida e certamente por pessoas assim como tu e outros dessas que conhecemos, de preocupados, é que já vale muito o esforço e na tentativa de alguma mudança no comportamento de pessoas onde o respeito à vida, ainda não é uma condição prioritária para o bem viver e para o equilíbrio com o meio.

Hoje estou exausrida e bastante chateada e não consigo ir adiante...

Te agradeço de coração por tua atitude e atenção e prometo retornar!!!
Beijinhos!!!

FSilva disse...

Olá Fátima

Óptima ideia, vou pensar e depois digo

Boa Páscoa

roadrunner disse...

Aí vai: "Não deixes que o fumo da tua inconsciência destrua o pulmão da tua existência!". A imagem seria um pulmão de árvores atravessado por um tronco de madeira a arder e por cima uma cruz de proibição. Mas esta imagem não a consigo arranjar... Boa Páscoa para todos!

Angela Ursa disse...

Fátima, desejo saúde aos seus familiares e uma ótima Páscoa. Beijo da Angela Ursa :))

Joao Soares disse...

Fatima
Tb tenho falado da Amazónia.
LEMBRAR;AGIR;NÃO ESQUECE-LA
Vim tb avisar-te que já coloquei um link do teu blogue no Bioterra!
Boa Páscoa
Joao BioTerra

Cidalia disse...

Fátima, a tua versatlidade me espanta amiga!!!
Prometo que vou pensar nisso.
Boa Páscoa e melhoras aí em casa.

Jardineira aprendiz disse...

Não sou grande coisa em slogans e ainda não me ocorreu nada, mas candidato-me a partilhar o selo na minha casa virtual!

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Estás bem???

Tua família???

Que teu final de semana seja ótimo, mesmo que estejas resfriada!!!

Beijinhos!!!
ò,ó

Desambientado disse...

Ama a terra de A a Z, Amazónia.

Boa Páscoa.

aprendiz de viajante disse...

Que iniciativa de bonita!

Passei para deixar um bjinho e uma feliz Páscoa!

Ofeliazinha disse...

Boa pascoa.

MDeus disse...

Um bom domingo de Páscoa, pelo menos promete com bom tempo finalmente.
Vou pensar no tema...
Beijinhos

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Fátima...

Adorei a proposta do Desambientado...

AmA a TerrA de A a Z...

E tu???
Beijos!!!

almanaque do roberto disse...

Father ours, that stays in the sky, santificado either your name, comes we it your kingdom, either made your will thus in the land as in the sky. The bread ours of each day in you give them today. E you pardon us our offences, thus with us we pardon to who in has offended them. E in you do not leave them to fall in temptation, but you exempt us of the evil. Amen!
www.robertocarlosmoreira.com.br

Ruth Iara disse...

Oi, querida!

Se surgir uma idéia brilhante a tempo eu comunico.
A idéia é ótima.

Beijos!
Felicidades prá ti!

Fátima Silva disse...

angela ursa.
Quandos se trata da Amazónia tudo o que se faz é sempre muito pouco. A impotência é grande, mas isso não nos irá impedir de fazer sempre mais. Concorda? Obrigada pela sua visita e uma óptima semana para si.

Fátima Silva disse...

Karina.
Existem sempre tantas lutas e sentimo-nos sempre tão tristes por não podermos corresponder à altura das situações. Apesar de tudo tenho a convicção que a nossa persistência e reflexão madura sobre os diversos problemas aglutinam outros pensares, aos poucos formam um círculo forte e com alguma expressão.
Sei da tragédia que ocorre no Canada sobre a caça das focas bebés. Já postei sobre isso e assinei petições. Estou sempre disposta a colaborar nestas e em outras lutas. Em relação à Austrália não tenho conhecimento, mas logo faço uma visita ao seu blog.
Obrigada por cá ter vindo e será sempre bem-vinda. Boa semana.

Fátima Silva disse...

Cris amiga.
Tenho andado embrulhada em doença aqui em casa - começou pelo meu filho, depois foi a vez da pequenota e, por fim, eu própria. Têm sido dias muito exaustivos e angustiantes, mas finalmente tudo está a voltar ao normal. Por esse motivo estive afastada do blog, embora os meus amigos não o que me dá bastante satisfação.
Ainda bem que gostaste da ideia. Penso que vai dar bons resultados.
Um beijinho p'ra ti.

Fátima Silva disse...

fsilva.
Obrigada pela promessa, fico à espera do teu contributo. Uma belíssima semana para ti. Um beijinho.

Fátima Silva disse...

roadrunner.
Eu adorei a tua ideia! Agradeço imenso a tua colaboração. Com certeza vou pô-la com as outras em um post daqui uns dias para votação. Quanto à imagem vamos vcer o que se pode fazer. Uma ótpima semana para ti.

Fátima Silva disse...

angela ursa.
Agradeço a tua preocupação com estes dias conturbados que tive. Felizmente tudo passou e já regressei. A Páscoa já passou, mas eu sempre digo que as diversas épocas são sempre todos os dias. Neste caso, Páscoa é renovação - um estado de espírito que devemos transportar sempre connosco. Boa semana

Fátima Silva disse...

João.
Agradeço a tua visita e também a tua simpatia em levares este link contigo. Logo vou também visitar o teu espaço.

Fátima Silva disse...

Cidáli.
Sei que pensarás em algo de muito criativo e não me esquecerei da tua promessa. Como estive afastada uns dias daqui vou continuar com este post mais uns dias e desafiar mais as pessoas.
Um beijinho e obrigada pela tua simpática solidariedade.

Fátima Silva disse...

jardineira aprendiz.
Todos somos capazes de construir algo, basta só nos mobilizarmos para isso. Tenta - apenas uma frase, uma expressão que é necessário.
Boa semana

Fátima Silva disse...

Cris.
Estou a responder ao teu 2º comentário. Agradeço a preocupação que tiveste comigo e também os votos de uma boa Páscoa. Uma semana linda para ti. Beijinhos

Fátima Silva disse...

Desambientado.
Obrigada pelo teu contributo para o sêlo. Revela o sentido holístico da Amazónia que se expande a todos os outros espaços. Sim senhor, bem pensado! Cá fica essa bonita ideia registada para posterior votação. E a imagem?
Uma óptima semana.

Fátima Silva disse...

Wicca.
Agora fico a espera do teu contributo. Com certeza vou pedir que o faças, pois sei que terás algo de belo para nos oferecer.
Um beijinho

Fátima Silva disse...

ofeliazinha.
Agradeço os votos de uma boa Páscoa, só hoje é que vim aqui, tenho andado afastada, pelos motivos que já referi anteriormente em outros comentários. Queria desafiar-te a participares com uma ideia para este sêlo. Que dizes?

Fátima Silva disse...

mdeus.
Agradeço os votos de uma boa Páscoa e fico à espera da tua proposta para o sêlo. Um beijinho

Fátima Silva disse...

Cris amiga.
Eu também gostei muito, mas estou à espera da tua. Amiga vá lá ainda não estão abertas as votações e sou ambiciosa. Um beijinho

Fátima Silva disse...

roberto.
Não vou escrever em Inglês, porque não domino lá muito bem a Língua.
Fiquei muito sensibilizada com a oração do Pai Nosso.Obrigada por a teres aqui recitado.

Fátima Silva disse...

ruth.
Vais ter tempo para ideias, pois este post vai ficar por aqui algum tempo. Como estive afastada vou desafiar-vos a participarem mais. Beijinhos e óptima semana.

aprendiz de viajante disse...

Vou pensar na tua proposta!

Um bjo e obrigada pela tua visita.
Boa semana.

Fátima Silva disse...

Nem sabes como te agradeço. Ir ao teu espaço é sempre um grande prazer. Um beijinho e boa semana para ti também.

azoriana disse...

Obrigada pela visita. Quanto ao desafio vou pensar a ver se surge algo.
Beijinhos

Armando disse...

Olá Fatima..!! Há dias fui tão mal interpretado num comment que fiz no trilhos, que agora ate tenho "mêdo" de poder comentar o que realmente penso! No entanto como não faz parte de mim ou da minha educação, escrever apenas por simpatia, quando na realidade queria era escrever outra coisa... vou por isso escrever mesmo o que quero dizer!! E oxalá não seja entendido de novo erradamente ou negativamente!! Bem... Ainda mal nos conhecemos, contudo eu sou um fervoroso apoiante de toda a beleza natural (e não só) que nos rodeia, incluindo a Fauna e a flora! Contudo parece-me que o Governo Brasileiro, não está a dominar a situação acerca da destruição da Amazónia, nem tão pouco vou entrar em permenores acerca do que lá se passa visto que provavel e evidentemente estaras ao corrente destas coisas malignas.. e desde o desbravamento cruel da destruição de arvores à dizimação das especies animais, bem como as rotas propicias ao narcotrafico, a amazonia de dia para dia vai desaparecendo, vai-se esfumando, vai-se degradando e um dia (talvez demore dezenas de anos) da amazonia apenas restará a recordação... por isso em minha opinião: Foi pedido ao Governo Brasileiro que internacionalize a Amazonia, dessa forma a amazonia passará a estar sob o dominio mundial e talvez seja (em minha modesta e leiga opinião) a melhor solução para a protecção deste vasto pedaço do mundo! Mas numa recente cimeira o Sr. Ministro do Ambiente Brasileiro, recusou tal... e assim a amazónia irá continuar nas mãos do Governo Brasileiro..... se ate agora não conseguiram fazer face aos problemas, não conseguiram resolver um unico dos milhares de problemas que lá existem, irão conseguir num futuro proximo e breve?? Enfim... o que te quero dizer é que lamentavelmente (e sei que não é justo isto)estou a atravessar uma fase de desacreditação de tudo o que vejo, ouço ou leio em relação á defesa da amazónia, e por isso por agora, vejo-me obrigado a virar as costas e encolher os ombros!! Não posso pois participar em nada do que propões...lamento muito!!!Mas apoio a iniciativa!!

Isabel José António disse...

"Quando a Amazónia se fôr, o fim já estará perto. Não deixe que a destruam"

Amar a terra
Maravilhar-se
Afugentar o medo
Zarpar para este lugar
Óh terra fértil
Não deixes de dar
Inteligência ágil
Àqueles que te deveriam venerar

(Se forem lidas as primeiras iniciais de cada verso, na vertical, ler-se-á a palavra AMAZÓNIA

Peço desculpa se não é isto o que se pretende, mas é um pouco a frio.

Beijinhos

José António

Fátima Silva disse...

Azoriana.
Fico à espera da tua participação. Obrigada.
Beijinhos

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Fátima minha leal amiga!!! Vou usar teu espaço para minha defesa!!!

Armando meu querido!!!
Tu não foste mal interpretado no blog Trlhas & Terras, coisíssima nenhuma!!! Tu não havia entendido nada e eu fiu bem queridinha em te explicar o que estavas a te confundir!!! Deixe de fazer cara de criança pequena que foi repreendida!!! (rsrsrsrsrsrs) Vê se me agradece ao invés de reclamar lágrimas retidas e gosto do sal delas na boca!!! Aproveita que eu estou cala!!!

E tem mais: voltarei aqui para te falar sobre a internacionalização da Amazônia e mais uma vez te peço de antemão, que não chores!!!

Beijinhos Armando e Fátima!!!
ò,ó

azoriana disse...

Amazónia - Deixa-a Viver!

Abraça o verde da Amazónia
e deixa-o viver:
Só assim o mundo viverá.

Ama a mãe natureza
sem ela... quanta pobreza!?

Azoriana

Fátima Silva disse...

Armando.
É um canto ao desespero as tuas palavras. Não as levo a mal de forma alguma e além disso todos têm direito a desesperar. Lá porque eu me propus a esta iniciativa, quanto a mim com fracas repercussões, não quer dizer que tenha de arrastar todos com ela.
De uma coisa eu tenho a certeza, a Amazónia tem de ser gerida pelos seus donos doa a quem doer... agora, os outros países podem estabelecer protocolos de ajuda, mas nunca geri-la sozinhos. A Deus o que é de Deus, a César o que é de César.
Sabemos parte do que lá se passa, embora haja muita que desconhecemos. Concordo contigo existe por lá muitos interesses que são hediondos, selváticos... como podemos constatar pelas palavras da Cris e pelo muito que se vai escrevendo daquele lugar.
No entanto, a miséria humana provoca em mim uma energia diferente de querer virar a ordem das coisas. Vais chamar-me UTÓPICA e terás toda a razão, mas sou assim... e sem essa utopia penso que não valeria o tempo que passo na minha vida.
Armando, agradeço do fundo do coração a tua sinceridade e que sejas sempre assim neste espaço. Os diferentes discursos, acredita, só nos enriquecem e fortalecem.
Obrigado e volta sempre. Uma semana óptima para ti.

Fátima Silva disse...

José António.
Não sei porque dizes que é um pouco a frio. Eu achei uma ideia muito bonita, aliás vinda de ti só podia ser assim. Agradeço-te imenso meu amigo o teu precioso contributo.
Um beijinho e uma semana excelente p'ra ti.

Fátima Silva disse...

Cris amiga,
entre ti e o Armando não me meto, vocês que se entendam.
Quanto àquilo que propões sobre a internacionalização da Amazónia estou mesmo interessada em saber mais coisas.
Olha lá Cris, estou à espera do teu contributo, aqui para o sêlo e tenho a certeza que deve vir a caminho.
Muitos beijinhos de boa noite.

Fátima Silva disse...

Azoriana,
quanta inspiração... palavras sábias e fortes. Obrigada pela tua pronta contribuição.
Um beijinho

azoriana disse...

Foi o que consegui nesta noite a seguir a um Domingo de festa. Obrigada pelas tuas simpáticas palavras.
Beijinhos

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Fátima...

O que proponho é falar o que penso dessa proposta da internacionalização da Amazônia...
Sou contra isso, mas seria tremandamente a favor, se tantas coisas pudessem comprovadamente serem respeitadas pelo fato de serem internacionalizadas. A Amazônia não possui apenas uma riqueza visual, de fauna e de flora. A maior riqueza dela, está escondida logo abaixo da superfície da terra. A uma imensidão de riquezas minerais, petróleo, ouro, pedras perciosas e outras tantas coisas, que me levam a acreditar que jamais ela seria protegida se caisse nas mãos estrangeiras. Sendo brasileira e de outros países latino americanos, sabemos que poderá ir se perdendo aos poucos, mas sabemos também que isso não se dá apenas pelo descaso do governos brasileiro, pois grande parte das riquezas saem pelas portas do contrabando. Muitas aranhas brasileiras e que vivem na Amazônia, são vendidas pelos ribeirinhos, aos pesquisadores estrangeiros e esses jamais pagaram por esses bens, ao Brasil e ou ao governo brasileiro. O mesmo para muitas de nossas plantas. Dizer que o governo e a falta de leis de proteção ambiental, são os maiores causadores da destruição, também não é correto. Não gosto desse governo. Também não gostava dos outros, mas verdade tem de ser dita: eles são mesmo tão burros, que nem eles conseguem visualizar o que possuem em mãos. O que não ocorre com outros países. Fora isso, somente pela total tacanheci de visão, é que um governo não ´percebe a riqueza que possui e no quanto esse território poderia render em divisas para todo o país e sem que tenha de ser explorado dessa forma burra de extermínio. Mas voltarei depoius para falar mais, pois terei de sair agora...

Por hora é isso e quanto ao Armando, ele saberá me entender e sei que vai rir do que eu lhe disse aqui em tua janelinha!!!

Beijinhos querida!!!
ò,ó

Fátima Silva disse...

Azoriana, o teu contributo foi muito bom e pelos vistos o dia de festa foi-te favorável. Beijinhos e uma semana de trabalho próspera.

Fátima Silva disse...

Cris,
pois é... defendo que a Amazónia deve ser internacionalizada sim, como bem e símbolo de vida e não fisicamente para exploração. Tudo isto faz-me pensar e ficar com aquela amarga sensação de que as ideias que subjazem aos projectos possuem sempre algo notável, até serem deturpadas por meia dúzia de mentes diabólicas.
Aguardo as tuas palavras. beijinhos

greentea disse...

hoje não consigo
mas prometo voltar a este tema tal como tinha dito

Desambientado disse...

Fátima.

Já passou a doença. Foi gripe?

Espero que esteja tudo bem por aí.

Um beijinho.

Ambientalista disse...

É uma ideia excelente:)
Vou pensar num slogan à medida**

Fátima Silva disse...

greentea.
Agradeço e fico à espera da tua ideia. Uma boa semana para ti

Fátima Silva disse...

Sim foi uma gripe fortíssima que durou mais de uma semana e apanhou todos cá em casa. Ficámos muito estafados e debilitados com ela. Agora já estamos em franca recuperação.
Um beijinho

Fátima Silva disse...

ambientalista, vou aguardar pela tua proposta. Obrigada por te prontificares a participar.

Hugo disse...

Fatima,
quanto á ideia do selo excelentes ideias já foram deixadas aqui. Quanto a uma outra questão sobre a internacionalização da Amazónia, deixo este texto longo mas q penso q merece a pena ser lido.

bjs

Durante um debate em uma universidade, nos Estados Unidos, o ex-governador do DF e à altura ministro da Educação CRISTOVAM BUARQUE, foi questionado sobre o
que pensava da internacionalização da Amazônia. O jovem americano
introduziu sua pergunta dizendo que esperava a resposta de um humanista e não de um brasileiro.

Esta foi a resposta de Cristovam Buarque:

"De fato, como brasileiro eu simplesmente falaria contra
internacionalização da Amazônia. Por mais que nossos governos não tenham o devido cuidado com esse patrimônio, ele é nosso.

Como humanista, sentindo o risco da degradação ambiental que sofre a Amazônia, posso imaginar a sua internacionalização, como também de tudo o mais que tem importância para a humanidade. Se a Amazônia, sob uma ética humanista, deve ser
internacionalizada,internacionalizemos também as reservas de petróleo do mundo inteiro...
O petróleo é tão importante para o bem-estar da humanidade quanto a
Amazônia para o nosso futuro. Apesar disso, os donos das reservas sentem-se no direito de aumentar ou diminuir a extracção de petróleo e subir ou não o
seu preço.
Da mesma forma, o capital financeiro dos países ricos deveria ser internacionalizado. Se a Amazônia é uma reserva para todos os seres humanos,ela não pode ser queimada pela vontade de um dono, ou de um país.
Queimar a Amazônia é tão grave quanto o desemprego provocado pelas decisões arbitrárias dos especuladores globais. Não podemos deixar que as reservas financeiras sirvam para queimar países inteiros na volúpia da especulação.

Antes mesmo da Amazônia, eu gostaria de ver a internacionalização de todos
os grandes museus do mundo. O Louvre não deve pertencer apenas à França. Cada museu do mundo é guardião das mais belas peças produzidas pelo gênio humano. Não se pode deixar esse patrimônio cultural, como o patrimônio
natural Amazônico, seja manipulado e destruído pelo gosto de um
proprietário ou de um país.
Não faz muito, um milionário japonês, decidiu enterrar com ele, um quadro de um grande mestre. Antes disso, aquele quadro deveria ter sido internacionalizado.

Durante este encontro, as Nações Unidas estão realizando o Fórum do
Milênio,mas alguns presidentes de países tiveram dificuldades em comparecer por constrangimentos na fronteira dos EUA. Por isso, eu acho que Nova York, como sede das Nações Unidas, deve ser internacionalizada. Pelo menos
Manhatan deveria pertencer a toda a humanidade. Assim como Paris,Veneza,Roma,Londres, Rio de Janeiro, Brasília, Recife, cada cidade, com sua beleza específica, sua historia do mundo, deveria pertencer ao mundo inteiro.
Se os EUA querem internacionalizar a Amazônia, pelo risco de deixá-la nas mãos de brasileiros, internacionalizemos todos os arsenais nucleares dos EUA. Até porque eles já demonstraram que são capazes de usar essas
armas,provocando uma destruição milhares de vezes maior do que as
lamentáveis queimadas feitas nas florestas do Brasil.

Nos seus debates, os actuais candidatos à presidência dos EUA têm defendido a ideia de internacionalizar as reservas florestais do mundo em troca da
dívida. Comecemos usando essa dívida para garantir que cada criança do Mundo tenha possibilidade de COMER e de ir à escola.
Internacionalizemos as crianças tratando-as, todas elas, não importando o país onde nasceram,como patrimônio que merece cuidados do mundo inteiro.

Ainda mais do que merece a Amazônia. Quando os dirigentes tratarem as crianças pobres do mundo como um patrimônio da Humanidade, eles não
deixarão que elas trabalhem quando deveriam estudar,que morram quando
deveriam viver.

Como humanista, aceito defender a internacionalização do mundo.
Mas,enquanto o mundo me tratar como brasileiro, lutarei para que a Amazônia seja nossa. Só nossa!".

ilhas disse...

Cara Fatima , resolvi fazer uma imagem que vou afixar no meu blog. Enviar só o texto que fiz não faz sentido... como aqui não vejo o seu mail não sei como enviar... portanto caso o meu trabalhe seja do seu agrado copie do ideias. abraços luis

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Fátima querida...

Não queria falar nesse discurso do ex ministro, que foi brilhante e que talvez por isso mesmo, nosso querido governo o botou abaixo, pois tudo que não é burro, se esvai pelo ar...

No entanto e independente do que ele fala e que eu assino, sabemos que todos os países que por exemplo, exploram águas territoriais e internacionais, caçando baleias, tubarões, golfinhos e outras tantas riquezas naturais, demosntram claramente não serem capazes de respeitar nada internacionalizado. O Canadá, país rico, culto e cheio de belezas naturais, não dá 'as focas, outro destino que não vise apenas o lucro. As focas não possuem indentidade canadense, mas as tolinhas escolheram aquelas divisas para terem seus filhotinhos e eles lá, se julgam donos... Não pense que internacionalizando a Amazônia, ela estará mais protegida do que em nossas mãos. Nós tempos as melhores leis do mundo. Não temos um governo coerente, mas leis nós temos. As nossas leis ambientais são fantásticas e precisamos reconhecer que os territórios são vastíssimos. Além disso, há coisas que fazemos, que contribuem imensamente para a destruição homeopática da Amazônia. Quando se caminha pela floresta primária, vez ou outra sentimos um aroma maravilhoso, vindo da vegetação. è o famoso pau rosa... É dele que sai o melhor fixador para a indústria internacional de perfumes, esses mesmo que comprmos e gostamos de consumir. Os mateiros cortam as árvores de pau rosa e retiram o óleo, que é comercializado pelocontrabando e todos sabemos que por exemplo, o Chanel n° 5, é feito de madeira da Amazônia, mas mesmo assim, é consumido sem pena nem dó, tal qual as pelas das focas canadenses. Há hoje fabricantes de perfumaria e cosméticos no Brasil, que investem pesado no aproveitamento e reeducação dos ribeirinhos da Amazônia, no plantio e cultivo da priprioca, que cresce nas margens dos rios, lagos, igarapés e igapós. É uma gramínia com raízes deliciozamente perfumada, que serve como excelente fixador para perfumes, com aroma amadeirado e nem por essa razão, nossos perfumes são os mais vendidos. Há coisas doidas que nem nos damos conta, como a vendas e patente de fauna e flora, como no caso de peixes ornamentias (o cará da Amazônia) que é vendido em vários países, tal qual muitas outras espécies. Até o nome das frutas da floresta, são roubadas e patenteadas em outros países, como foi o caso do Cupuaçu, que felizmente pode ser revertido. A Amazônia não será mais protegida do que é hoje, se for internacionalizada e mesmo porque sabemos, não há nada que a proteja de fato, além de nós, brasileiros, com a devida ajuda de todos e que deve sim começar, pelo entendimento do que é bom ser comprado vindo de lá e do que não é. O manejo sustentável é algo que vem dando muito certo na região é é mesmo muito possível de ser empregado e até mesmo na floresta, até mesmo com a madeira. Se o uso pude ser feito sem causar a destruição de tudo à volta, não vejo nada que impeça. O grave problema é o atropelo e a gana por fazer da destruição, ganhos imediatos e sem o menor vuidado e planejamento. No entanto, é preciso entender também que as reservas chegarão ao fim muito mais rapidamente do que se imagina, se não houver cuidado para o uso e usar é possivel sim, desde que com inteligência, coerência e respeito. Uma das coisas que comprovadamente dá muito dinheiro ao ser explorado, é o turismo de selva e isso, poucos percebem. É muito mais rentável manter a selva intacta, do que destruí-la e o governo brasileiro, possui linhas de crédito para quem se habilitar a investir nesse tipo de exploração (mais) limpa da selva. No entanto, quase nada se vê acontecer a esse respeito. No entanto, reintero aqui que nbada do que acontece em uma ponta, está livre da culpa existente na outra. Se a foca é morta, é por haver quem compre e pague pela morte dela do outro lado; se árvores são derrubadas e a selva é destruída, é por haver quem se beneficie disso do outro lado e assim, sucessivamente.
Se somos coniventes com a destruição, porque não somos então coniventes com as boas idéias para a sustentabilidade??? Poreque o mundo tão preocupado com a Amazônia (felizmente), não passa então a consumir seus produtos limpos em grandes escalas??? Pois há excelentes perfumes; maravilhosos cremes e xampus, sendo fabricados todos com produtos e sementes da Amazônia... Desses poucos conhecem, mas vale começarmos a olhar de perto e com mais carinho. Ao adquirirmos um novo perfume com os aromas franceses, pensem que essas delícias saem por meios clandestinos da nossa floresta e que cada indústria dessas, paga pouco mais do que nada, para um mateiro que anda dias perdido até encontrar uma dessas gigantes perfumadas, para colocá-la em solo e fazê-la arder em fogo até retirar dele a última gotinha de seu precioso óleo fixador...

Eu sei que posso parecer uma idota pregando contra usos e incentivando outros consumos, mas o que tento apenas, é que sejamos mais coerentes. Retirara a Amazônia do domínio brasileiro, não dará garantias de mais sobrevida a ela. Como brasileira, também sou contra a internacionalização e até seria a favor, se de fato pudesse acreditar nos homens e em suas boas intenções... Essas mesmo, me parecem uma grande piada!!!

Beijinhos e desculpas pelos meus tradicionais metros lineares.

Depois voltarei com o slogan!!!
ò,ó

soslayo disse...

Fátima Silva:

A Amazónia não precisa de si!
Apenas quer florescer sózinha.

Um beijinho.

Fátima Silva disse...

Hugo.
Muito obrigada por teres deixado aqui o texto do testemunho do Ministro de Educação Cristovam Buarte sobre a internacionalização da Amazónia. Mais palavras não são necessárias para constatar factos para os quais ninguém tem, com certeza argumentos. Adorei!

Jorge Moreira disse...

Querida Amiga,

Ainda não tenho imagem, mas o meu slogan é: "A Amazónia é a Esperança!"

Bem Hajas pelo teu magnífico Trabalho.
Beijinhos,

Fátima Silva disse...

Cris amiga
Como sempre o teu coração saltou e as palavras vieram uma vez mais consolidar a ideia que se começa a formular em cada um de nós... O seu a seu dono e o Brasil vai ter de encontrar um processo para gerir melhor a preservação do seu riquíssimo património natural.
Não te recrimines pelos teus metros lineares, pois estão carregados de sentido e são para nós informações valiosas.
Escreve sempre metros lineares à vontade, nós lemo-los com todo o gosto.
Ah, fico à espera do slogan. Estou a planear pôr o post da votação este fim-de-semana. Ainda tens mais umas horas para pensares.
Beijinhos

Fátima Silva disse...

Luis.
Vou já resgatar a imagem e o teu texto ao teu cantinho. Agradeço imenso o teu contributo, com certeza, precioso.
Estou entusiasmadíssima com isto tudo. Já tenho imensas participações todas muito boas. Um abraço e um óptimo resto de semana.

Fátima Silva disse...

Soslayo,
Poucas palavras que encerra uma grande verdade. O Homem é sempre muito narcisista na avaliação que faz do que o rodeia. Muito obrigada e cá fica registado o teu slogan. Um beijinho

Fátima Silva disse...

Jorge, um bocadinho exagerado o teu elogio, meu amigo, mas aceito-o de coração.
Agradeço muito o teu slogan que alvitra uma mensagem de valor intrínseco. Um beijinho

MDeus disse...

Fátima mandei a nossa participação por email, espero que tenhas recebido.
Beijinhos.

Ambientalista disse...

Fátima
Enviei a minha proposta por e-mail.
Um beijinho*

Fátima Silva disse...

mdeus.
Vi mesmo agora e não vou revelar o contributo vai ser uma surpresa para todos. Já o guardei para o post, mas digo-te que o achei deveras sugestivo. Muito obrigada pela tua participação. Beijinhos de pré fim-de-semana.

Fátima Silva disse...

ambientalista.
Também já vi a tua ideia e, a semelhança da mdeus é bastante boa, aliás todos os contributos têm sido excelentes. Muito obrigada e beijinhos também para ti de pré fim-de-semana.

Desambientado disse...

Espero que tudo esteja bom. Aqui por casa sou apanhou os miúdos.

Força, neste trabalho. Estou ansioso pelos selos.


Beijinhos

Paulo J. Ribeiro disse...

Como bem o dizes, ultrapassámo-nos a nós próprios. O homem idolatrou-se e julga-se Deus. O homem esqueceu-se que nasceu da natureza, que dela faz parte e que a ela tornará. A foto do bébé é excelente, pena estar vestido...

Fátima Silva disse...

Desambientado.
Agora que os dias ficaram mais quentinhos pode ser que nos livremos das ágeis viroses. Cá em casa, elas, por agora, estão controladas.
Ando também bastante entusiasmada com o sêlo, mas ainda estou à espera de mais participações. Sempre pensei que me ias enviar uma imagem para a expressão que produziste... o tempo não chega para tudo. Eu que o diga, pois já ando bem aflita.
Obrigada pela força e beijinhos

Fátima Silva disse...

Paulo, o bebé veste apenas uns trapos, também eles simbólicos da humildade com que devemos encarar a nossa existência. O bebé nu teria um significado de essência e de maior ligação e/ou união com o espaço circundante. Para além disso, o bebé pretende significar a nossa individualidade e impotência pelo curso de determinadas situações como a descrita, daí o "grãozinho no meio do oceano". Por outro lado alvitra ainda a noção de esperança intergeracional da sustentabilidade ambiental... enfim a imagem do bebé está, por si só, carregada de simbolismo e pretende transmitir múltiplas mensagens e apenas tu te referiste a ela. Bom olho!

Armando disse...

Fatima ..desculpa isto nada ter a ver com o post mas... Parabéns pela frase que deixaste nos comments do desambientado!!! "Para mim ser nobre...
é despir-se de vaidade ao ajudar quem precisa, semeando afectos onde o desespero se instalou." Lindissimaaaaaaaaaaaaa (Nem imaginas tu onde vou usar essa frase) E não me venhas com conversas de direitos de autor... (sorrisos) prometo depois enviar-te uma foto do trabalho final comercial!! (risos)

Fátima Silva disse...

Armando.
Fiquei assaz surpresa... não estava propriamente à espera de ler nesta janelinha algo sobre a minha frase que deixei no Desambientado.
A teoria da imprevisibilidade cumpriu-se uma vez mais.
Quanto a direitos de autor... deixa-me cá ver... ha! ha! Há uma condição para a sua utilização e é...
UTILIZA-A COM O CORAÇÃO
Claro, quero ver onde foi que a empenhaste... estou mesmo curiosa!

Jubal Cabral Filho disse...

Sou péssimo em slogan e sêlo, mas seja qual for o selo e o slogan será meu também. Apoiado!

Fátima Silva disse...

Jubal,
muito obrigada pelo apoio. Quando o sêlo estiver produzido convido-o a levá-lo e a divulgá-lo.

Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it » »

Anónimo disse...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! keeping it straight bookkeeping service accounting history Overnight ionamin saturday German incontinence pants peachtree premium accounting for distribution 2004 Reinstall mcafee virus scanner Acne cure site xinfo Why defrost a freezer La+ritalin Mazda nanaimo St augustine buick palatka fl italian sofas for sale in east london Importer brazilian bookcases In debt grants 1997 dodge grand caravan conversion soccer shoes clearance